Bom desempenho do setor de serviços alerta para competências específicas para carreiras profissionais.

RH 8 de agosto de 2022

Bom desempenho do setor de serviços alerta para competências específicas para carreiras profissionais.

Leia em 5 min.

O setor de serviços – que representa 63% do PIB e 68% do emprego no Brasil – foi o responsável por impulsionar a economia em 2021. Segundo Pesquisa Mensal de Serviços do IBGE, os serviços avançam 1,7% em junho e atingem maior nível em cinco anos.

Segundo a pesquisa, o volume de serviços cresceu 1,7% de maio para junho deste ano, com ganho acumulado de 4,4% de crescimento nos últimos três meses. Os números apontam que o setor registra o maior patamar desde maio de 2016 e está 2,4% acima de fevereiro de 2020. Além disso, comparando com o mês de junho de 2020, o setor de serviços cresceu 21,1%.

O estudo mostra que a alta contou com o desempenho de serviços de informação e comunicação (2,5%), transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (1,7%) e serviços prestados às famílias (8,1%). Com participação menor também cresceram os serviços profissionais, administrativos e complementares (1,4%) e os outros serviços (2,3%).

As carreiras nas áreas de prestação de serviços pedem características bastante específicas para os profissionais. As skills que ganharam espaço em 2020 são as que mostram o profissional muito mais autônomo na solução de problemas, tomada de decisão, senso de justiça, resiliência, criatividade; ou seja, comportamentos que máquinas não fazem e que dependem de autodesenvolvimento e autolapidação permanentes.

Em 2016, Klaus Schwab, fundador do Fórum Econômico Mundial, escreveu que “a Quarta Revolução Industrial, finalmente, mudará não apenas o que fazemos, mas também quem somos”. O Fórum Econômico Mundial já apontava que a força de trabalho mudaria e seria necessário alinhar seu conjunto de habilidades para o futuro que já estava desenhado.

Em 2015, o Fórum apontava 10 competências em alta à época. Por ordem: solução de problemas complexos, atuação em equipe, gestão de pessoas, pensamento crítico, negociação, controle de qualidade, capacidade de satisfazer clientes, capacidade de julgamento e decisão, escuta ativa e criatividade. Os executivos apontaram mudanças importantes para o cenário que previam para 2020 sugerindo, pela ordem: solução de problemas complexos, pensamento crítico, criatividade, gestão de pessoas, atuação em equipe, inteligência emocional, capacidade de julgamento e decisão, capacidade de satisfazer clientes, negociação e flexibilidade cognitiva.

Quando a gente fala de resiliência, por exemplo, é a capacidade de se adaptar a situações e clientes/interlocutores cada vez menos padronizados. Os comportamentos do cliente mudam radicalmente. Outra característica muito importante é a capacidade de escuta e de empatia; ou seja, de colocar-se na situação do interlocutor para poder solucionar a contento os problemas do cliente/interlocutor.

A título de exemplo, a atividade turística, que depende de atendimento e relacionamento, vem crescendo, depois de tanto tempo reprimida. A pesquisa do IBGE diz que as atividades turísticas avançaram 11,9% em junho deste ano, comparando com o mês anterior – maio – e já é a segunda taxa positiva seguida. Ainda assim, este segmento tem de avançar mais 29,5% para atingir o nível de antes da pandemia – fevereiro do ano passado. Doze estados analisados nesta pesquisa apresentaram taxas positivas. Os destaques vão para São Paulo (5,3%), Rio de Janeiro (12,4%) e Minas Gerais (19,7%). Trata-se de um exemplo em que mesmo os atendimentos eletrônicos; ou seja, os robôs, só atuam na classificação do cliente. A resolução acontece com o atendimento de um ser humano, daí a importância de se pensar em desenvolver as competências especificas para essa que podemos chamar de Nova Era da economia mundial e dos relacionamentos em negócios e mesmo pessoais. E competências podem e devem ser desenvolvidas.

Artigos relacionados

Desenvolvimento profissional

31 de janeiro de 2024

Gestão de Desempenho: melhores práticas e tendê…

A gestão de desempenho é um componente vital para o sucesso organizacional, moldando o cresc…

Leia mais
Gestão de Desempenho: melhores práticas e tendências atuais
Desenvolvimento profissional

3 de janeiro de 2024

A importância da Inteligência Emocional no trab…

No complexo ambiente de trabalho contemporâneo, onde habilidades técnicas são imprescindívei…

Leia mais
A importância da Inteligência Emocional no trabalho: construindo relações e maximizando o desempenho profissional
RH

13 de dezembro de 2023

A nova geração de colaboradores: entendendo e g…

O avanço da Geração Z no ambiente corporativo não apenas redefine a dinâmica da força de tra…

Leia mais
A nova geração de colaboradores: entendendo e gerenciando a Geração Z no local de trabalho
RH

30 de novembro de 2023

Saúde mental no trabalho: além das fronteiras d…

Você já parou para pensar como a saúde mental no trabalho influencia não apenas a produtivid…

Leia mais
Saúde mental no trabalho: além das fronteiras da empresa
RH

8 de novembro de 2023

O futuro é híbrido? Desafios e reflexões sobre …

No cenário atual, onde as fronteiras entre trabalho e vida pessoal estão se dissolvendo, o t…

Leia mais
O futuro é híbrido? Desafios e reflexões sobre o trabalho à distância